Remuneração de um síndico de condomínio

Quanto ganha, em média, um síndico de condomínio residencial?

13 curtidas

O síndico é considerado, de acordo com a lei, um contribuinte individual (Lei 10.666/03), ou seja, ele não está inserido nas regras que correspondem à CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Em geral, os síndicos não-profissionais, que são moradores que assumem o cargo, muitas vezes fazem isso sem remuneração ou recebem apenas uma isenção da taxa de condomínio.

os síndicos profissionais, que são contratados especificamente para gerir o condomínio, podem ganhar algo entre R$ 3.000 e R$ 10.000 por mês, dependendo das responsabilidades e do número de unidades no condomínio.

Em condomínios de luxo ou de grande porte, esse valor pode ser ainda maior.

12 curtidas

Vale lembrar @LizBernades , que não há legislação federal que defina um piso ou teto salarial para síndicos.

A remuneração é definida pela assembleia geral dos condôminos, de acordo com as características do condomínio e as condições do mercado local.

São avaliadas também a experiência, cursos de capacitação ou certificações em gestão condominial e isso leva a salários mais altos do que aqueles sem essas qualificações.

10 curtidas

Se você está pensando em assumir o cargo de síndica do seu condomínio, é importante você saber de alguns detalhes:

  • O síndico tem direito a férias, de acordo com as normas estabelecidas pela assembleia geral e pela Convenção do condomínio.
  • No período de férias do síndico, é o subsíndico quem deve assumir as tarefas.
  • Na hora da contratação de um síndico profissional, é preciso assinar um contrato de prestação de serviços.
  • Ainda que tenha direito à previdência social, o síndico não possui os demais direitos e benefícios de trabalhadores com carteira assinada, como 13º salário, reajustes salariais periódicos, entre outros.
10 curtidas

Que tal conferir mais informações e reforçar a ideia de que não há uma norma específica para definir o salário de um síndico.

10 curtidas