Quais bens entram no inventário?

Preciso fazer um inventário e gostaria de saber, quais bens precisam ser incluídos?

8 curtidas

Para fazer um inventário, você precisa listar todos os bens deixados pela pessoa falecida.

Isso inclui coisas como dinheiro no banco, imóveis, carros, joias, móveis, eletrodomésticos e até investimentos como ações.

Basicamente, tudo o que tinha valor e pertencia ao falecido precisa entrar no inventário.

Não esqueça também dos bens que estão em nome de mais de uma pessoa, como uma casa comprada em conjunto, por exemplo.

Tudo isso é importante para que seja feita a partilha corretamente entre os herdeiros.

Ah, e se houver dívidas, elas também devem ser consideradas para serem abatidas do total dos bens.

Espero que isso te ajude a organizar tudo direitinho!

6 curtidas

Quando você vai fazer um inventário, é essencial incluir todos os bens que pertenciam à pessoa que faleceu.

Isso abrange desde os mais óbvios, como casas, carros e dinheiro em contas bancárias, até itens que às vezes a gente nem lembra, como obras de arte, coleções e eletrônicos.

Além disso, é importante considerar investimentos como ações e fundos de investimento.

Se a pessoa tinha bens em sociedade com outros, esses também entram na conta, mesmo que seja só uma parte dela.

E não dá pra esquecer das dívidas, viu?

Elas são subtraídas do total dos bens para dar uma ideia clara do patrimônio líquido que será partilhado entre os herdeiros.

Então, é isso, tudo que era da pessoa e tem algum valor deve estar no inventário.

7 curtidas

E no inventário funciona assim, todos esses itens seriam listados junto com suas respectivas avaliações.

As dívidas seriam subtraídas do total dos bens, resultando no valor líquido do patrimônio que seria então partilhado entre os herdeiros, após a quitação de qualquer dívida e pagamento de impostos e taxas relacionadas ao processo de inventário.

Calma que se ficou confuso, vou te dar um exemplo.

Fulano tinha os seguintes bens e eles valiam respectivamente:

  1. Imóveis:
  • Uma casa na cidade, avaliada em R$ 300.000.
  • Um apartamento na praia, avaliado em R$ 200.000.
  1. Veículos:
  • Um carro, modelo 2018, avaliado em R$ 50.000.
  1. Contas Bancárias:
  • Conta corrente com saldo de R$ 25.000.
  1. Objetos Pessoais e Joias:
  • Uma coleção de relógios, avaliada em R$ 10.000.

Então os bens de Fulano somaria R$585.000,00.

Porém ele tinha um empréstimo pessoal no banco, no valor de R$ 30.000.

Então abatendo o valor da dívida no valor dos bens, resta R$555.000,00. Logo esse valor será para pagar toda parte burocrática que foi necessária e o restante será dos herdeiros.

6 curtidas

Para te ajudar da melhor forma possível, precisamos entender melhor a situação.

Você precisaria me responder algumas perguntas, como:

  • O falecido deixou testamento?
  • Quais são os bens que você já conhece que pertenciam ao falecido?
  • O falecido tinha alguma dívida ou obrigação financeira?

Com base nas suas respostas, posso te dar uma lista mais precisa dos bens que precisam ser incluídos no inventário.

Pois precisamos analisar a situação como um todo @Gabrielramos .

Qualquer coisa estou aqui para te ajudar!

6 curtidas